Um fim de semana em Paranapiacaba

Era uma vez 3 amigas que queriam passar um fim de semana longe de tudo para descansar e divagar sobre a vida. Paranapiacaba surgiu num insight. Não nos arrependemos! Essa vila charmosa de gente bacana foi o lugar ideal para dois dias de descanso e muitas risadas (além de caber no orçamento de final de ano).

Como chegar?

Nossa jornada começou por trem e taxi. Pegamos a linha Esmeralda da CPTM, do Brás até Rio Grande da Serra (R$3,50). Em Rio Grande pegamos um taxi por orientação do funcionário da hospedaria (o ônibus urbano para na parte alta da vila e a hospedaria fica na parte baixa). Pagamos R$50, mas dividimos por 3, então não ficou pesado. Importante se informar na hospedaria que você escolher qual a melhor forma de chegar.

Hospedagem

Ficamos na simpática hospedaria Os Memorialistas. Ela é composta por 6 quartos na parte de cima e um restaurante/bar na parte de baixo – o Cavern Club. Tudo limpinho e caprichado (com roupão e chinelinho para cada hóspede). Uma característica da vila é que todas as hospedarias possuem banheiros compartilhados devido ao tombamento patrimonial das casas. Mas sem estresse! Sobrevivemos e quebramos esse paradigma rs. Os donos da hospedagem – dona Zelia e seu Pedro – fazem da sua estadia na vila a mais agradável possível. Muito atenciosos e fazendo nossas vontades no café da manhã (vai ter tapioca amanhã?). Também servem jantar, pago a parte.

A diária saiu por R$290 (duas diárias, R$580) dividido por 3 (mais ou menos 196 reais), com café da manhã incluso. O valor médio do jantar fica por volta de R$45 por pessoa.

Alimentação

Nesse quesito vale uma pesquisada para ver qual local fica próximo da hospedagem que você for ficar. No nosso caso, paramos num pequeno restaurante chamado Beija Flor para almoçar. Comida caseira e em conta: coma a vontade por R$18. No jantar, como já dissemos, optamos pela nossa hospedaria.

Passeios

Optamos por fazer uma trilha para desfrutar das belezas naturais da vila. Procuramos uma guia credenciada para a aventura. Escolhemos a trilha do Mirante, de dificuldade média, com duração de 1 hora (uma pra ir e uma pra voltar). Tivemos a imensa sorte de ter como guia a Iva! Simpatia pura e que disposição! O dia estava lindo e a vista é demais, conseguimos ver outras cidades de lá. Voltamos cansadas e satisfeitas! O valor por pessoa pra fazer a trilha é de R$30.

Adoramos Paranapiacaba e pretendemos voltar para fazer outras trilhas e descobrir novas histórias. Esperamos que você aproveite tanto quanto nós aproveitamos. Até a próxima!

Mari, Carol e Aline

Observação: os valores apresentados são de Dezembro/2015. Confirme os valores antes de agendar sua viagem.

 

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s